Corpo de Bombeiros registra 6.472 atendimentos durante o feriado

A Operação Semana Santa 2016 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) realizou 6.472 atendimentos durante o feriadão. A ação, que começou na quarta-feira (23), durante a Procissão do Fogaréu, na Cidade de Goiás, foi realizada em todo o Estado com foco preventivo. As ocorrências foram nas áreas de ações preventivas, busca e salvamento, defesa civil, combate a incêndios, resgate pré-hospitalar, entre outros.
Este ano foram registradas quatro mortes por afogamento nas cidades de Anápolis, Caldas Novas, Uruaçu e Três Ranchos. O número é menor do que o registrado durante a Operação Carnaval deste ano quando cinco pessoas morreram afogadas em Goiás. O número de óbitos em rodovias também caiu: foram registrados quatro mortes contra 11 da Operação Semana Santa de 2015. O trabalho preventivo foi fundamental para a conquista dessa redução.
Em Palmeiras de Goiás, um homem de 34 anos foi vítima de lesão cervical proveniente de mergulho em águas rasas com iminência de afogamento. Ele foi resgatado pelos Bombeiros e encaminhado para suporte médico em Goiânia pelo helicóptero da corporação, o Bombeiro 01. Durante todos os dias do feriado, o serviço aero médico atuou em ocorrências onde a rapidez do transporte fez a diferença para o melhor atendimento às vítimas.
Para a Corporação, a redução dos números de registros de óbitos é consequência do trabalho realizado pelos órgãos da Segurança Pública durante toda a Operação Semana Santa. O grande público alcançado pelas ações preventivas diretas realizadas pelos Bombeiros justificou o baixo índice de ocorrências com gravidade e contribuiu com a diminuição do percentual, resultando em mais segurança para a população durante os dias de feriado.
O objetivo da operação Semana Santa 2016 foi garantir diversão segura em rios, lagos e piscinas aos turistas e os goianos durante o feriado prolongado. Foram empregados mais de 250 bombeiros, com equipes exclusivas nos principais pontos turísticos e balneários de Goiás, além do efetivo empregado diariamente nas unidades operacionais em todo o Estado.
(Foto: Divulgação/CBM-GO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close