Preparado para as criticas

O empate com o Paraguai por 2 a 2 deixará a seleção brasileira por seis meses fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e aumentará a pressão sobre o técnico Dunga.

Criticado pelo seu trabalho e o início ruim nas eliminatórias, que deixam a seleção na sexta colocação após um terço do torneio já disputado, o treinador diz estar preparado para as críticas. Dunga citou nomes de outros técnicos campeões do mundo que sofreram pressão do público e da imprensa e disse que não é novidade um técnico ser contestado.

“É responsabilidade do treinador a forma da equipe jogar, e não é novidade alguma o treinador da seleção ser contestado. Vocês (da imprensa) contestaram o Zagallo, quatro vezes campeão do mundo, o Felipão e o Parreira, campeões do mundo. Eu não ganhei, é normal eu ser contestado”, afirmou.

Com o empate em Assunção, a seleção soma nove pontos nas eliminatórias. O Brasil tem apenas duas vitórias em seis jogos. Apenas os quatro primeiros colocados se classificam para o Mundial. O quinto colocado disputará uma repescagem contra o campeão da Oceania.

Dunga viu qualidades no jogo do Brasil. E destacou a capacidade de reação do time, que perdia por 2 a 0 e arrancou o empate com um gol de Daniel Alves nos acréscimos.

“A equipe sabe reagir, não se acomoda com nenhum resultado, entende quando as coisas não vêm e faz esforço para mudar. Vamos criando mais posições, jogadores, formas diferentes de atuar. Não temos tempo para treinar, então testamos durante os jogos. Os jogadores têm correspondido e, principalmente hoje (terça-feira), no segundo tempo, mostraram que têm vontade de estar aqui e se classificar para a Copa do Mundo”, afirmou o treinador, lembrando que a seleção não vence em Assunção desde 1985.

“O Brasil não ganhava aqui desde 1985, tínhamos que ter feito o resultado contra o Uruguai, em casa. Sabíamos que seria complicado, mas a equipe entendeu como se joga uma eliminatória. Quando falei que temos de ser um pouco mais viris sem a bola, alguns não entenderam ou não querem entender. Tem que lutar como fazem os adversários”, disse. (Agência Globo)

Técnico agora tem outras metas

Como o Brasil só voltará a jogar pelas eliminatórias em setembro, Dunga agora se voltará para a preparação para os Jogos Olímpicos do Rio e a Copa América dos Estados Unidos. O técnico disse que já pensou em usar a Copa América para preparar parte do time olímpíco, mas ainda não definiu qual será a posição da comissão técnica da seleção. “Já pensamos em duas hipóteses (mesclar na Copa América ou ter força máxima), mas não queremos comunicar nada ainda porque temos de falar com os clubes, e da autorização deles para ter algo definido. Vamos chegar a um bom senso que seja bom para todos”, disse. Pelas eliminatórias o Brasil só volta a jogar no dia 2 de setembro contra o Equador, em Quito. (AG)

21 thoughts on “Preparado para as criticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close