CEI da Saúde: R$ 11 milhões com terceirização de raio-X

Os vereadores Elias Vaz (PSB) e Jorge Kajuru (PRP) denunciaram nesta segunda-feira (9) o gasto da prefeitura de Goiânia de R$ 11.242.913,70 nos últimos dois anos com a terceirização do serviço de raio-X em seis unidades de saúde da capital. Enquanto isso, segundo a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga a situação da Saúde na capital, sete aparelhos de raio-X novos estão encaixotados e guardados no almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Os membros da CEI já haviam identificado a existência dos equipamentos em dezembro, mas quatro meses já se passaram e até hoje os aparelhos continuam no almoxarifado.

O contrato com a Techcapital foi assinado em 2014 para atender os Cais de Campinas, Bairro Goiá, Chácara do Governador, UPA Itaipu, UPA Noroeste e o CROF.

O processo de compra de 13 aparelhos é o 62536781. O pedido foi autorizado no dia 14 de julho de 2015. A empresa que venceu a licitação foi a Sawae Tecnologia Ltda. A última entrada foi registrada no dia 29 de março de 2016, totalizando sete aparelhos no almoxarifado da prefeitura.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close