BRASIL

Rio: Capital Mundial da Arquitetura

Rio: Capital Mundial da Arquitetura

O Rio de Janeiro foi escolhido para sediar, em 2020, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, evento que pela primeira vez dará à cidade-sede o título de Capital Mundial da Arquitetura. O anúncio foi feito hoje ,18, na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação e Cultura (Unesco), em Paris.

O congresso acontece a cada três anos e, a partir da próxima edição, toda a cidade que sediá-lo será considerada capital mundial da arquitetura. O Rio foi selecionado para concorrer à vaga em 2014, e disputou com Paris, na França, e Melbourne, na Austrália.

O evento será realizado entre 19 e 26 de julho de 2020 e é promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA). Estarão reunidos no Rio arquitetos e urbanistas do mundo todo para discutir temas como planejamento urbano, cultura, mobilidade, obras públicas e construção de cidades inclusivas. A expectativa é de que cerca de 25 mil pessoas venham à cidade para participar do congresso.

Será a primeira vez que o evento será realizado no Brasil, e o presidente do Instituto de Arquitetos Brasileiros, Nivaldo Andrade, ressalta que a cidade é uma referência por abrigar trabalhos de nomes como Oscar Niemeyer, Roberto Burle Marx e Lúcio Costa.

“A cidade é também uma referência de desafios contemporâneos para os arquitetos e de experiências positivas no campo do urbanismo, a exemplo dos programas de urbanização de favelas. Podemos dizer que o Rio sintetiza características encontradas em cidades não só do Brasil, mas de diversos países do mundo”, afirma ele.

O prefeito Marcelo Crivella prometeu se empenhar em transformar 2020 em um marco na história cultural da cidade, que é marcada pela diversidade de influências. “Teremos a oportunidade de ampliar a relação de pertencimento dos moradores da nossa cidade com o seu patrimônio histórico e arquitetônico, difundindo e preservando esse acervo”, comemorou o prefeito em nota enviada à imprensa pela assessoria de comunicação da Prefeitura.

O prefeito foi representado no evento pela secretária municipal de urbanismo, Verena Andreatta, que acredita que a cidade passará por um momento de discussão sobre as condições urbanas.

Entre os locais que receberão o evento está o Palácio Gustavo Capanema, um dos principais marcos do modernismo na cidade. O projeto do prédio no centro da cidade é assinado por grandes nomes da arquitetura brasileira, como Lúcio Costa, Oscar Niemeyer e Affonso Eduardo Reidy. 

Fonte: Agência Brasil/ Adaptado por TV Metrópole News

Foto: reprodução

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BRASIL

Mais em BRASIL

Justiça determina inclusão de moradores de rua no censo de 2020

Suzana Ferreira23 de janeiro de 2019

Bolsonaro anuncia pelas redes sociais o fim de contrato internacional

Suzana Ferreira23 de janeiro de 2019

Ação popular pede suspensão imediata do decreto sobre armas de fogo de Bolsonaro

Suzana Ferreira23 de janeiro de 2019

Ator Caio Junqueira morre aos 42 anos

Suzana Ferreira23 de janeiro de 2019

As inscrições para o Sisu começam amanhã, 22

Suzana Ferreira21 de janeiro de 2019

Fenômeno, ‘Jenifer’ domina as paradas e abre disputa pelo hit do verão

Suzana Ferreira18 de janeiro de 2019

Em memorando, PF orienta delegados sobre procedimento para pedidos de posse de armas

Suzana Ferreira18 de janeiro de 2019

Alunos pobres tem apenas 0,16% de chances de estar entre as melhores notas do Enem

Suzana Ferreira18 de janeiro de 2019

Bolsonaro rebate críticas ao decreto da posse de armas

Suzana Ferreira18 de janeiro de 2019