Academias ao ar livre são interditadas em Goiânia para conter aglomerações

A prefeitura de Goiânia e o governo de Goiás vão dar início nesta quarta-feira (8/4) ao processo de isolamento das academias ao ar livre localizadas em parques da capital. A medida é para ajudar na contenção do novo coronavírus. Segundo a prefeitura, os locais com maior índice de aglomeração de pessoas, como Parques Flamboyant, Vaca Brava e Areião serão o foco no início do processo de isolamento.

“Essa será uma ação conjunta dos órgãos municipais e estaduais de fiscalização e segurança que compõem o Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM). Desde o mês de março, eles têm realizado várias ações conjuntas buscando cumprir os decretos estaduais e municipais de combate a pandemia do coronavírus”, explica a secretária municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Zilma Campos Peixoto.


Atualmente, Goiânia conta com cerca de 42 parques distribuídos em várias regiões da capital; ao todo, 17 possuem equipamentos de ginástica. Estes devem receber, a partir desta quarta-feira, visitas de agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), de auditores fiscais da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), e da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) para isolamento dos equipamentos.

Close