GoiásFomento ocupa segundo lugar no ranking do índice de Maturidade dos Controles Internos.

O índice de Maturidade dos Controles Internos (IMCI), divulgado essa semana pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), revela que a GoiásFomento ocupa o segundo lugar no ranking com 95,4% de satisfação das demandas atendidas.

 O Primeiro lugar é da Delegacia Geral da Polícia Civil, com 98,1%. A pontuação se refere aos anos de 2019 e 2020 e foram avaliados 54 órgãos da administração pública estadual que responderam questões sobre o atual estágio de desenvolvimento e maturidade dos controles internos.


O assessor de Controles Internos e Compliance da GoiásFomento, Álvaro Fonseca, explica que a média de pontuação dos órgãos submetidos à avaliação foi de 68,2%. “A colocação da GoiásFomento em segundo lugar, mostra o rigor e a eficiência dos controles internos, uma vez que atendeu aos critérios de uma boa gestão de auditoria interna, gestão de riscos corporativos, transparência e governança”, destaca.


Segundo o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, o resultado se deve ao trabalho de equipe da Agência que está alinhada com o programa de Compliance do governo do Estado que visa garantir a boa execução das políticas públicas. “Para nós a pontuação é motivo de orgulho e nos motiva ainda mais no sentido de atuar com foco na gestão transparente, ética e responsável do governador Ronaldo Caiado”, comemora Rivael.

Gerência de Comunicação da GoiásFomento

Close