Mandetta é demitido do Ministério da Saúde e Nelson Teich assume

O presidente Jair Bolsonaro demitiu nesta 5ª feira (16.abr.2020) o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde). Os 2 tiveram reunião no Palácio do Planalto nesta tarde. O oncologista Nelson Teich, que também foi recebido pelo presidente nesta 5ª feira, assumirá o posto.

A demissão do ministro da Saúde ocorre em meio à pandemia de covid-19, que já provocou 1.924 mortes no país.
Pelo Twitter, Mandetta agradeceu sua equipe na pasta e desejou “êxito” ao seu sucessor.

“Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar“, escreveu.
Nelson Teich é do Rio de Janeiro e atuou como consultor para a área da saúde na campanha de Bolsonaro em 2018, quando chegou a ser cotado para assumir o Ministério da Saúde pela 1ª vez e acabou perdendo a vaga para Mandetta.


Em 3 de abril, o oncologista publicou artigo no qual faz considerações sobre as ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Ele defende a criação de uma estratégia que “permita estruturar e coordenar a retomada das atividades normais do dia a dia e da economia” e reclama de “polarização” entre a saúde e a economia.

Close