DELEGADO WALDIR CHAMA BOLSONARO DE BANDIDO E PREVÊ PRISÃO DO PRESIDENTE EM BANGU 8

O deputado federal Delegado Waldir, presidente estadual do PSL-GO, afirmou, na manhã da última segunda-feira, 25, que o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril é totalmente atípico para pessoas conservadoras e pessoas de bem assistirem. “Acho que foi falado mais de 50 palavrões. Onde está na bíblia a previsão para tanto palavrão? Pareceu mais uma reunião de cabaré”, comparou.

As declarações foram dadas durante entrevista concedida ao programa Observatório, da Rádio 96 FM. Para Waldir, o governo Bolsonaro claramente se afastou do combate à corrupção. “Os filhos do presidente estão extremamente envolvidos em corrupção, em milícias digitais e milícias comuns”, declarou.

Na interpretação do parlamentar — que foi um dos principais cabos eleitorais de Bolsonaro durante campanha de 2018 — outros fatos ainda estão por vir e vão surpreender. Ele também declarou que antes de encerrar o mandato, os filhos de Bolsonaro terão sérios problemas com a Justiça. “A história vai mostrar que muitos continuam defendendo bandido”, disse o deputado em resposta a um questionamento feito por um ouvinte do programa. E completou: “Se fosse você, pediria ao [Wilson] Witzel para reservar uma cela em Bangu 8 para o atual presidente”, afirmou. “Comi capim, mas mudei”
De acordo com o deputado, a República de hoje envergonha. “Fui gado. Comi capim, mas eu mudei.

Close